.

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Já foi tarde!



Foto: Ueslei Marcelino / REUTERS
  

Na manhã desta segunda-feira (08), o Presidente Jair Bolsonaro tomou uma decisão acertada, ainda que tardia. Pois bem, a decisão em questão foi à exoneração do então Ministro da Educação Ricardo Vélez Rodrigues, que durante os três meses comandando a Educação ficou conhecido mesmo por suas “lambanças” a frente de um Ministério tão importante.


Vélez Rodrigues foi pivô de algumas situações vexatórias, que o obrigaram a pedir desculpas por “comentários e colocações” infelizes, e voltar atrás, como por exemplo, a decisão esdrúxula de filmar os estudantes cantando o hino nacionalnas escolas. Se isso não fosse o bastante, o Ministro ainda enfrentava uma turbulência interna, onde aconteceram várias exonerações, voluntárias e não voluntárias.

A passagem de Vélez Rodrigues pelo Ministério da Educação não deixará saudade alguma, e para a maioria dos brasileiros ele já foi tarde. Agora só nos restam torcer que o seu substituto, Abraham Weintraub, nos faça esquecer os pitorescos episódios envolvendo o agora ex-ministro.

Podemos dizer que o Presidente Bolsonaro, “dessa” vez acertou ao exonerar Vélez, afinal, antes tarde do que nunca!


Por: Nilson Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário