.

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Taquaritinga do Norte recebe a 1ª Semana da Educação Patrimonial na Câmara de Vereadores




Na última semana, a Câmara Municipal de Vereadores de Taquaritinga do Norte promoveu a 1ª Semana de Educação Patrimonial, em discussões que envolveram a comunidade escolar e a sociedade, com o objetivo de dialogar a respeito das políticas públicas, projetos e maneiras de preservar o patrimônio cultural.

Durante o evento, aconteceram duas palestras, com a mestranda em História pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) Fabelly Brito e com a arquiteta e urbanista Ana Lins, graduada pela Unifavip Wyden.


Além das palestras, aconteceram ainda oficinas discutindo a relevância do que pode ser classificado como patrimônio físico e ainda o patrimônio afetivo, ministradas por Francelly Brito, arquiteta e urbanista graduada pela Unifavip Wyden e pela comunicóloga Angélica Moura, graduada pela UFCG.

O principal objetivo da iniciativa é o de incentivar nos jovens a valorização do patrimônio existente em Taquaritinga do Norte, cidade que tem um imenso potencial turístico e é procurada também pela beleza das suas residências mais antigas, como registro do plano arquitetônico utilizado pelas casas no início do século XX.


O estímulo fará com que os jovens aprendam a valorizar e saibam de maneira prática a importância da preservação e a necessidade de garantir essa prática visando o futuro.

O vereador Professor Jurandi (PTB), presidente da Câmara ressaltou a importância de realizar o evento na Casa. "Há uma necessidade de dialogar com os jovens do nosso município para que eles saibam a maneira de conviver com o nosso patrimônio histórico que é tão rico em Taquaritinga do Norte", afirmou.

Francelly Brito comentou a didática escolhida para o formato da semana. "Esta é uma iniciativa voltada para a salvaguarda do patrimônio norte-taquaritinguense, a melhor maneira de chegar aos jovens é através da linguagem didática das palestras e oficinas, acaba se tornando um evento bastante atrativo a todos", explicou.

A estudante Ellen Maisa considerou o evento muito proveitoso. "Nós aprendemos bastante sobre memória, patrimônio cultural, patrimônio físico, sobre a própria história de Taquaritinga e isso é muito importante, são conhecimentos que nós muitas vezes não vemos em sala de aula", disse.


Nenhum comentário:

Postar um comentário