.

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Durante reunião com Alessandra Vieira, Presidente da Compesa diz que obras que vão resolver crise da água em Santa Cruz devem ser concluídas no segundo semestre de 2020


A crise no abastecimento de água em Santa Cruz do Capibaribe foi a pauta da reunião da manhã desta quarta-feira, 06, na sede administrativa da Compesa, no Recife. A deputada estadual Alessandra Vieira (PSDB), o prefeito do município, Edson Vieira, o vice-prefeito Dida de Nan, vereadores  Zezin Buxin, Zé Minhoca, Klemerson Pipoca, Naílson Ramos e o Secretário de Desenvolvimento Urbano, Gilson Julião foram recebidos pela presidente da empresa,  Manuela Marinho.


Durante a reunião, solicitada pela parlamentar desde setembro, a dirigente da Compesa detalhou o andamento das obras das adutoras Serro Azul e Alto do Capibaribe que vão resolver o problema do abastecimento na região. De acordo com Manuela Marinho, as obras têm previsão de término para setembro e novembro de 2020, respectivamente.

Com relação as obras do Ramal do Agreste, que é a principal esperança para solucionar e estabilizar o abastecimento na região, a presidente comentou que todo o processo é de competência federal e revelou que apenas 10 milhões de reais foram destinados este ano para a obra.

"Foi uma reunião produtiva. Pudemos ver quais trechos que estão faltando e quais etapas devem ser executadas até a finalização total das obras. Vai ser um tempo difícil, mas vamos lutar e tomar as medidas para que até a inauguração das adutoras, o sofrimento da população seja minimizado”, ressalta Alessandra Vieira.


Para o prefeito Edson Vieira, “o encontro foi importante para que a gestão do município tenha conhecimento dos aspectos técnicos destas obras e da situação atual, inclusive com previsão de conclusão. Assim a Prefeitura tem condições de  repassar informações atualizadas para a população da cidade que está aflita porque está sofrendo e, muito, com a falta de água”.

Por: Bianca Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário