.

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Adeus Neguinho de Totó!

“Neguinho de Totó”, notabilizou-se, no final da década de 60, até meados da década de 70 do século passado, como atleta do Ypiranga, onde foi, ao lado de Toinho Néo e Jonas Inácio,  uma das estrelas mais reluzentes do nosso futebol amador.  Pessoalmente, tive o privilégio e o prazer de ser seu companheiro de Equipe, por vários anos.


Fica o registro histórico, de ter sido ele, o primeiro atleta santa-cruzense a jogar em uma Equipe do futebol profissional, pois atuou (por pouco tempo, é verdade), no Treze Futebol Clube, o conhecido “Galo da Borborema”, da cidade de Campina Grande, Paraíba.


“Neguinho de Totó” criou fama também, ao instalar e manter por muitos anos, aqui em nossa cidade, o famoso “Restaurante de Neguinho da carne-de-sol”, onde além da boa comida que servia, com simpatia e cordialidade, atendia a todos contando “causos e causos” da nossa vida política; social e esportiva.


Há cerca de quinze dias atrás, juntamente com o amigo Marcos Aleixo, eu o visitei e mesmo se dizendo “adoentado”, demos boas; grandes e sonoras gargalhadas, relembrando do tempo em que defendíamos o glorioso (hoje, nem tão glorioso assim) Ypiranga, especialmente das grandes partidas enfrentadas com o Central, no antigo Estádio Pedro Victor, em Caruaru, hoje, Lacerdão, bem como em Surubim e em Altinho, que eram dos nossos maiores e mais ferrenhos adversários, e onde, além de partidas extraordinárias que realizamos, aconteceram brigas homéricas, mas, felizmente,  sem  maiores consequências, tudo em  nome da honra e do orgulho da nossa gente.


Adeus, Neguinho de Totó! Até qualquer dia!


Vereador Zé Minhoca

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário