.

terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Ao Amigo Zé Minhoca!



Esta chegando a hora de dizer até logo, é chegado o momento de descontinuar um trabalho de quatro anos, trabalho este feito com dedicação, seriedade e respeito ao povo de nossa terra.


Cheguei a Câmara de Vereadores na condição de Assessor Legislativo em julho de 2014, para assessorar o então Vereador Luciano Bezerra (PR), e foi através desta minha chegada, que conheci o Vereador Zé Minhoca, é bem verdade que nossa convivência era limitada a apenas as participações nas reuniões da Comissão de Legislação e Justiça, onde tivemos um dos primeiros contatos, depois as Reuniões Ordinárias e também as reuniões da CPI do Calçadão na qual o Vereador Zé Minhoca presidiu com brilhantismo e sensatez.


Esses eram os poucos momentos de convívio, o que limitou a nossa aproximação. Em 2016 veio às eleições municipais, e quis o destino que o Vereador Luciano Bezerra não conseguisse sua reeleição, e pouco tempo depois dos resultados das urnas, o Vereador Zé Minhoca me chama na Sala de reuniões e me faz o convite para fazer parte da assessoria, fato esse que veio a se confirmar em janeiro de 2017 quando foi nomeado Assessor Legislativo no gabinete do Vereador Zé Minhoca, agora presidente do Legislativo Municipal de Santa Cruz do Capibaribe.


Realmente a vida tem suas surpresas, e algumas tem um gosto amargo, mas é preciso provar do fel, para depois saborear o mel. 


Com o trabalho de Assessor, também teve início uma trajetória de amizade, respeito e dedicação. À medida que o trabalho ganhava ritmo, aumentava a responsabilidade, as cobranças, sempre buscando errar o mínimo possível, já que não é nada fácil assessorar uma pessoal tão capacitada, de tantos conhecimentos, simplesmente, um homem culto. Sim entre tantas qualidades do Vereador Zé Minhoca está a sua intelectualidade, e neste sentido que o trabalho teve certo grau de dificuldade, e cobrança de minha parte, pois eu não deveria desapontá-lo.


Muitos foram aqueles, que em tom de brincadeira, diziam que aguentar Zé Minhoca “ia para o céu de tripa e tudo”, entendia e recebia aquilo sempre como uma brincadeira, pois quem assim falava, ou não o conhecia, de perto, ou se conhecia falava realmente em tom de brincadeira.


Foram quatro anos de boa convivência, e de trabalho harmonioso, respeitoso, e durante esse tempo pude conhecer o Zé Minhoca, que muitos não enxergam, que nem sabem que existe, mas, eu tive a satisfação de conhecer não apenas o parlamentar comprometido com seu povo, com sua cidade, mas, pude conhecer o Amigo leal, o pai de família amoroso e o Avô dedicado.


Nesse meio tempo, busquei aprender o máximo possível, e tenho certeza que levarei grandes ensinamentos para o resto de minha vida. Foram lições de hombridade, de espirito público, de respeito ao seu semelhante.


Na condição de Assessor, busquei fazer o meu melhor, procurei retribuir a confiança, com muita dedicação, tentei facilitar o trabalho do vereador Zé Minhoca, em algumas vezes fomos bem sucedido, tendo em vista que o trabalho fluiu a contento.


Produzimos muito, conseguimos apresentar o bom trabalho do nosso Vereador Zé Minhoca, porém, mais uma vez o destino nos prega outra de suas peças, e o resultado das urnas nos leva a descontinuar o nosso trabalho juntos, poderíamos dizer que seria mais uma vez o cálice do fel, porém temos a absoluta certeza que continuaremos a saborear o mel, das coisas boas que plantamos e construímos.


Para mim, é saboroso dizer, que fiz mais um grande Amigo, é prazeroso dizer que conheci um pouco de sua família e comprovar o amor existente nesta família. Isso é coisa boa aos nossos olhos, é inspirador, ver e ouvir o tratamento de carinho com os filhos. Também tive a satisfação de conhecer um pouco da Professora Marizelia, uma mulher de fibra, dedicada à família.


Para encerrar, quero deixar, meus sinceros agradecimentos pela confiança em mim depositada, e quero dizer que foi uma honra, conhece-lo de perto, uma honra trabalhar com “Vossa Excelência”. Poder lhe representar foi algo de muita relevância para mim, fazer parte da sua vida política foi muito marcante, participar de sua história de vida, é um presente do destino, pois eis um exemplo de superação, e sucesso, se não vejamos: era uma vez, um menino pobre, do interior pernambucano que igual a tantos outros de sua geração, cresceu em meio às dificuldades, passando privações, e necessidades, mas, acreditou em seus sonhos, e venceu com sua força de vontade e garra, apegou-se com a maior arma que o homem pode usar para mudar as injustiças da vida, e a desigualdade social, a Educação, e da educação fez seu caminho, entrou para Polícia Militar de Pernambuco, e através do seu soldo, conseguiu ajudar seus pais. Continuou estudando, cursou Direito, formou-se como Bacharel em Direito, tornando-se Advogado, porém atuou pouco devido a sua maior paixão, (depois de sua família). Ser Policial Rodoviário Federal, onde dedicou nada menos que 42 anos de sua vida, servindo e defendendo a vida do seu semelhante. Tive o prazer de acompanha-lo em algumas oportunidades, e pude comprovar o respeito que o Inspetor Costa tem diante dos colegas de farda, homens e mulheres que tiveram o Inspetor Costa como Professor, como exemplo a ser seguido.


Também percebi que apesar de vários nomes, Vossa Excelência, tem o mesmo respeito em todos os lugares onde é conhecido, em Caruaru, é conhecido por muitos por “Toritama”, na corporação da PRF responde por Costa, em Santa Cruz do Capibaribe, sua terra natal, é o Zé Minhoca, aquele mesmo que tão bem defendeu o Ypiranga por quase uma década, é o Zé Minhoca da Política, já para família e os mais próximos é apenas o “Dedé”. Apesar de três nomes, o caráter é o mesmo. 

 

Por: Nilson Pereira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário