.

domingo, 27 de dezembro de 2020

UEPB recebe doação de terreno para construção do Observatório Astronômico em Juazeirinho

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) recebeu, da Prefeitura de Juzeirinho, a doação de um terreno com cinco hectares de área, localizado na Zona Rural do município, onde será construído o Observatório Astronômico da Instituição. A entrega da documentação que garante a posse do terreno à UEPB foi feita na manhã desta terça-feira (22), no Gabinete da Reitoria, em reunião entre o prefeito de Juazeirinho, Bevilacqua Matias, e a reitora Célia Regina Diniz, com a participação do ex-reitor Rangel Junior, que participou do projeto de instalação do Observatório desde o início das discussões, além da prefeita eleita do município, Anna Virgínia.


O Observatório Astronômico da UEPB faz parte de uma parceria que a Instituição vem desenvolvendo com o Observatório Astronômico de Xangai, na China. Quando estiver em funcionamento, o Observatório permitirá que estudantes, professores e pesquisadores façam o monitoramento de fenômenos que podem ter impacto no meio ambiente terrestre e sistemas de engenharia, visando possibilitar a realização de estudos na área de clima espacial, relações Sol-Terra, entre outros aspectos ambientais. A escolha da cidade de Juazeirinho se deu pelo posicionamento e características geográficas do município, favoráveis para este tipo de estudo.


De acordo com a professora Célia Regina Diniz, reitora da UEPB, com a doação do terreno a Universidade poderá oferecer todas as condições para que os parceiros chineses viabilizem a construção do local e instalação dos equipamentos destinados ao estudo do espaço. “Essa doação foi muito importante para podermos começar a colocar em prática esse projeto. Estamos muito felizes com essa parceria com a Prefeitura de Juazeirinho e estamos certos de que conquistaremos muito mais coisas daqui pela frente”, destacou.


O professor do Centro de Ciências e Tecnologia (CCT) da UEPB, Lourivaldo Mota Lima, que também participou da reunião de entrega da escritura do terreno, explicou que a ideia dos pesquisadores da UEPB e da China é instalar equipamentos de análises, desenvolvidos pelas instituições chinesas, em regiões que possuam boas condições de observação de fenômenos que podem ter impactos no meio ambiente terrestre. Na Paraíba, de acordo com ele, o município de Juazeirinho é o ponto ideal para realização desses estudos, por suas condições climatológicas propícias à realização de monitoramento, apresentando possibilidade de mais de 200 noites por ano de céu aberto para observações ópticas.


“Quando as obras forem iniciadas, acredito que em dois anos teremos o observatório já funcionando. Os cientistas chineses instalarão o telescópio ‘FocusGeo’ para monitorar o chamado ‘lixo espacial (pedaços de satélites desativados que estão em órbita da Terra) e trabalhar na previsão de ocorrência de colisões, uma vez que tais rejeitos podem se chocar com satélites operacionais e causar danos. Posteriormente, será instalado um telescópio com 1,2 metro de diâmetro e 8 metros de altura para o monitoramento de asteroides de órbita próxima à Terra e que apresentam risco de entrar em órbita de colisão com nosso planeta”, explicou Lourivaldo.

O ex-reitor da UEPB, professor Rangel Junior, que é natural de Juazeirinho, destacou o empenho dos professores da Instituição, principalmente o já falecido professor Edvaldo de Oliveira Alves, mais conhecido por Mará, que em 2016 deu início a esse projeto. De acordo com ele, o papel das instituições é esse: lutar pela viabilidade de projetos que tragam melhorias para a sociedade. A prefeita eleita de Juazeirinho, Anna Virgínia, também celebrou a parceria com a UEPB e projetou continuar a aproximação entre o município e a Instituição para que outros trabalhos em conjunto possam ser realizados. O chefe de Gabinete da UEPB, professor Luciano Albino, também participou do encontro.

 

Fonte: www.uepb.edu.br

Fotos: Givaldo Cavalcanti


Nenhum comentário:

Postar um comentário