.

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe implanta Patrulha Ambiental


 

Grupo composto por oito guardas civis atende denúncias de danos à fauna e flora, além de resgatar animais silvestres em cativeiro ou vendidos ilegalmente.

 


Nesta quinta-feira (30), a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe realizou a cerimônia de implantação da Patrulha Ambiental no município. O equipamento tem foco em denúncias de danos à fauna e a flora, aos recursos naturais, além de resgatar animais silvestres mantidos em cativeiro ou comercializados irregularmente e na coibição de corte de encostas, retirada de areia de forma irregular de rios, ocupações irregulares em estágio inicial, poluição atmosférica do solo e poluição sonora.

 

"A Patrulha está sendo implantada num dia muito especial, estação da primavera, no mês da árvore e nas festividades de São Francisco de Assis, o grande patrono protetor da natureza. Vai ser uma importante protetora do patrimônio natural de nosso município, onde passará a atuar em toda a sua extensão. A Serra do Pará será um dos alvos principais, tendo em vista o patrimônio natural lá existente", disse o secretário de Defesa Social Coronel Otávio Vareda

 

O efetivo é composto por oito guardas civis treinados e capacitados pela Brigada Ambiental da cidade de Camaragibe, e terá como coordenador o subinspetor Marcos Magalhães.

 

O prefeito Fábio Aragão falou da importância da instalação da equipe. "Temos a Serra do Pará, monumento natural que agora está entrando na rota do Turismo de Pernambuco, e que merece toda a valorização e cuidados necessários. A Patrulha é um grande suporte para cuidarmos bem do nosso meio-ambiente. Além disso, vamos evitar outros problemas sérios como a venda irregular de animais silvestres", declarou.

 

A cerimônia de instalação contou com a entrega simbólica da chave da Patrulha Ambiental, além da execução do Hino Nacional Brasileiro e a realização do juramento da patrulha.

 



Nenhum comentário:

Postar um comentário