.

terça-feira, 19 de julho de 2022

No CREA, Raquel se compromete com habitação popular e conclusão de obras inacabadas para virar realidade na vida das pessoas.

 

A pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB), visitou nesta terça (19), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (CREA-PE), sendo recebida pelo presidente Adriano Lucena, diretores e funcionários e participou de uma roda de conversa que debateu diversos temas como habitação popular, obras que não foram concluídas em diversas regiões e infraestrutura do Estado. A deputada estadual Priscila Krause e o vereador do Recife Alcides Cardoso também acompanharam a agenda.



“Vamos permitir que Pernambuco, o Governo do Estado volte a fazer entregas. As obras inacabadas devem ser concluídas para virar realidade na vida das pessoas. Minha meta é não desperdiçar nenhum recurso”, defendeu Raquel.



Em pauta, Raquel discutiu junto aos conselheiros temas estruturadores como o Arco Metropolitano, a Transnordestina, a distribuição de água, a duplicação da BR-232 e programas de habitação e de qualidade nas obras públicas. Como resultado da sua gestão à frente da Prefeitura de Caruaru, a pré-candidata citou a Via Parque, que em uma estrutura linear de 8 km serve como um grande equipamento de lazer e corta 15 bairros na Capital do Agreste.



A postulante lembrou que o Governo do Estado entregou apenas uma das cinco barragens e que o abastecimento de água e o saneamento básico não são prioridades para o Governo do Estado. “Não é admissível que a gente ainda tenha a falta de água e a falta de tratamento de esgoto. Levar água para as torneiras dos pernambucanos não é uma prioridade deste governo porque estamos no século 21, as pessoas precisam dessa água para sobreviver e as casas precisam ter tratamento de esgoto adequado”, frisou.



"Essa Roda de Conversa com os(as) pré-candidatos(as) ao Governo de Pernambuco é uma oportunidade de mostrar a importância da engenharia, da agronomia, das geociências no desenvolvimento do Estado. Não haverá crescimento se não houver uma engenharia pujante, uma agronomia pujante, uma geociência sendo valorizada. Nós queremos que o Estado cresça, mas nós queremos crescer junto com o Estado. A engenharia que promove o bem-estar é a engenharia do futuro e o futuro a gente faz agora. A participação de Raquel Lyra enriqueceu nosso debate e apresentamos a ela nossos receios, anseios e proposições”, afirmou o Adriano Lucena.



Raquel também defendeu a reestruturação da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco (Condepe/Fidem) e recebeu da Associação Brasileira de Engenharia Civil de Pernambuco (ABENC-PE) um documento com demandas sobre mobilidade urbana, habitação e drenagem urbana.



A postulante respondeu perguntas sobre políticas habitacionais, saneamento básico, infraestrutura e abastecimento de água e lembrou a parceria com a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), durante sua gestão à frente da prefeitura de Caruaru, para contribuir com as obras de drenagem, iluminação e serviços públicos.



Ao final, a pré-candidata pediu a contribuição do CREA-PE no seu Plano de Governo, que conta com a participação da sociedade civil por meio da plataforma raquellyra.com.br/planodegoverno



Também participaram do debate o coordenador do Colégio de Entidades Regionais de Pernambuco, Audenor Marinho de Almeida; o presidente da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros de Pernambuco, Roberto Freire; a membro do Comitê Gestor do Programa Mulher do CREA-PE, Giani de Barros Câmara Valeriano; o coordenador Adjunto do Comitê Tecnológico Permanente do CREA-PE, Roberto Lemos Muniz; e o coordenador Adjunto do Comitê de Modernização de Gestão (CMG), Florêncio Absalão.

 


 

Assessoria da pré-candidata ao Governo de Pernambuco, Raquel Lyra.

Fotos: Américo Nunes.

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário